Fonte: Rita Carmo, All rights reserved

Sobre

O músico e compositor Orlando Barreto, mais conhecido como Pantera, nasceu na ilha de Santiago, Cabo Verde, em 1967 e deixou-nos aos 33 anos. A sua filha Darlene - que tinha apenas 6 anos à data do falecimento de seu pai - tem levado a cabo uma profunda pesquisa sobre a vida e obra de Pantera. Foi nesse contexto que nos lançou o desafio de lhe fazer uma homenagem. Pantera abriu novos caminhos na música do seu país. Na sua voz, pulsava Cabo Verde e as suas gentes. Explorando as formas da tradição, fazia brotar uma poesia repleta de amor, perspicácia e assertividade. Sobre esses traços, encontramos a nossa própria visão através das vivências que pudemos partilhar com ele, como amigo e como artista. Para além deste reencontro no reviver da sua criatividade e do seu afeto, seguimos um caminho de exploração, mergulhando na sua terra, costumes e cultura, não deixando de as projetar num mundo contemporâneo onde ele também se posicionava. Este é, assim, um espetáculo construído nas andanças da memória. E é, sobretudo, uma intensa e dinâmica experiência de colaboração. Cada um dos intérpretes estabelece uma relação pessoal no relembrar da sua própria experiência e devolve-nos uma riqueza criativa que se converte no valor e no sentido desta homenagem. Entre o muito que ficou por fazer e o muito que ficará por dizer, este é o nosso recado para o Pantera. — Clara Andermatt & João Lucas

Quando

Terça-feira, 19 Abril 2022 19:30-20:40

Galeria

Localização

Localização

Eventos Relacionados

  • Preço
    9€
  • Promotor
    Companhia Clara Andermatt
  • Audiência Alvo
    Público em Geral
  • Visit Porto

    2022-04-13